Sem título-1_edited.png

Expodireto registra recorde de negócios


Me surpreendi positivamente pelo volume de negócios e pela união e profissionalismo demonstrados pelas concessionárias gaúchas”. A avaliação é do presidente da Unimassey, Luciano Luchini, que participou pela primeira vez da Expodireto em Não-Me-Toque, e que é reiterada pelos resultados oficiais da feira que em cinco dias registrou recorde de negócios. O valor é estimado em R$ 4,9 bilhões, uma elevação de 87% em relação aos R$ 2,6 bilhões registrados na 21ª edição, realizada em 2020. O número de visitantes também cresceu em relação à última edição. Foram 256 mil pessoas circulando, um aumento de 3%. Nesta edição, os bancos registraram R$ 4,3 bilhões em negócios, enquanto que R$ 510 milhões são provenientes de recursos próprios. O Consórcio Massey Ferguson e o banco AGCO Finance também estiveram na feira. Já o Pavilhão Internacional movimentou R$ 62,6 milhões e o Pavilhão da Agricultura Familiar, R$ 1,7 milhão.





Luciano também destacou a importância da volta presencial do evento. “Este reencontro é fundamental para o fortalecimento do elo entre clientes, concessionárias e fábrica. Saímos muito satisfeitos”.


Conforme o presidente da Cotrijal, Nei César Manica, os números surpreenderam positivamente. “A moeda do produtor é a soja. Como a soja dobrou de preço, os negócios à vista cresceram, embora o volume maior ainda tenha sido concretizado via bancos”, explicou.


A 23ª Expodireto Cotrijal já tem data marcada: será entre os dias 6 e 10 de março de 2023.







GALERIA